ATIVIDADE EXPERIMENTAL SOBRE A MICROBIOTA DO AR ADAPTADA PARA O ENSINO DA MICROBIOLOGIA NA MODALIDADE A DISTÂNCIA: :

  • Patricia Bolzan Agnelli
  • Clovis Wesley Oliveira De Souza

Resumo

O experimento da “Microbiota do Ar” tem sido uma atividade experimental proposta na disciplina de Microbiologia (Engenharia Ambiental/EaD-UFSCar) desde o ano de 2010, que possibilitou a visualização e discussão de um experimento prático, com participação interativa e troca de informações através do ambiente virtual de aprendizagem. O objetivo desta atividade é permitir que os alunos compreendam a presença de bactérias e fungos no ar de diversos tipos de ambientes e os fatores que influenciam a quantidade e diversidade destes microrganismos no ar. Foi realizado pelo professor um experimento de exposição de placas de Petri ao ar, contendo meio de cultura para o crescimento de colônias de microrganismos neles depositados. Os alunos receberam informações gerais sobre a microbiota do ar e sobre este experimento por meio de vídeo aula e material didático de consulta. Um fórum de dúvidas específico também integrou a atividade, onde os alunos puderam discutir o assunto e tirar dúvidas. Um questionário dissertativo sobre o experimento também foi solicitado, o qual deveria ser respondido a partir da visualização de fotos do resultado do experimento, postadas pelo professor. Cada resposta discursiva possuía seu campo para os comentários da correção, podendo receber nota parcial ou total. A atividade tem influenciado positivamente o aprendizado sobre a contaminação microbiológica dos ambientes internos e externos.

Publicado
2018-05-17
Como Citar
BOLZAN AGNELLI, Patricia; WESLEY OLIVEIRA DE SOUZA, Clovis. ATIVIDADE EXPERIMENTAL SOBRE A MICROBIOTA DO AR ADAPTADA PARA O ENSINO DA MICROBIOLOGIA NA MODALIDADE A DISTÂNCIA. CIET:EnPED, [S.l.], maio 2018. ISSN 2316-8722. Disponível em: <https://cietenped.ufscar.br/submissao/index.php/2018/article/view/145>. Acesso em: 14 nov. 2019.
Seção
CIET:EnPED:2018 – Educação e Tecnologias: Materiais didáticos e mediação tecnológica