A PRESENÇA DA PALAVRA TECNOLOGIA EM TRABALHOS DE EDUCAÇÃO ENTRE OS ANOS DE 2002 E 2013: : ESTAMOS FALANDO DE QUE?

  • João Eduardo Justi
  • Daniel Mill Universidade Federal de São Carlos - UFSCar

Resumo

Considerando que as tecnologias – em especial, as digitais de informação e comunicação – produzem cada fez mais efeitos no universo da Educação, é pertinente imaginar que pesquisadores da área educacional têm se preocupado em investigar esses efeitos, sua profundidade e resultados. Este trabalho objetiva verificar qual a incidência do tema tecnologia em pesquisas da Educação realizadas entre 2002 e 2013 no Brasil e o que mais tem instigado os pesquisadores na interface entre as tecnologias e a Educação. Para tanto, analisamos o Banco de Teses do Grupo Horizonte da UFSCar composto por 3.469 teses, de 26 Programas de Pós-Graduação em Educação do País, buscando pela palavra tecnologia. Ao final, foi possível identificar 4 grandes temáticas nas quais há maior incidência de pesquisas que tangenciam as tecnologias: educação a distância, formação de professores, saberes e práticas docente e as perspectivas éticas e filosóficas do impacto das tecnologias na sociedade.

##submission.authorBiography##

##submission.authorWithAffiliation##

Professor do Departamento de Educação da Universidade Federal de São Carlos. Líder do Grupo Horizonte.

Publicado
2018-05-29
Como Citar
EDUARDO JUSTI, João; MILL, Daniel. A PRESENÇA DA PALAVRA TECNOLOGIA EM TRABALHOS DE EDUCAÇÃO ENTRE OS ANOS DE 2002 E 2013. CIET:EnPED, [S.l.], maio 2018. ISSN 2316-8722. Disponível em: <https://cietenped.ufscar.br/submissao/index.php/2018/article/view/183>. Acesso em: 15 jul. 2020.
Seção
CIET:EnPED:2018 – Educação e Tecnologias: Pesquisa e produção de conhecimento