O PROGRAMA DE EDUCAÇÃO PRECOCE COMO UM ESPAÇO PEDAGÓGICO GARANTIDOR DA 1ª INFÂNCIA NO DISTRITO FEDERAL: :

  • Sandra Regina Martins De Oliveira
  • Sidelmar Alves Da Silva Kunz
  • Janaina Karla Pereira Da Silva Rodrigues Firmino
  • Gislene De Sousa Oliveira Silva

Resumo

Esse trabalho tem como objetivo discutir o programa de Educação Precoce como um espaço garantidor da 1ª infância[1] no Distrito Federal. Nesse sentido, é feita uma investigação na literatura pertinente tendo como referências basilares os conceitos de educação inclusiva, de infância e de direitos humanos. Para tanto utiliza-se de autores que estudam sobre essa temática, a citar: Arroyo, Brandão, Comparato, Kramer, Saviani. O recorte da pesquisa é o desenvolvimento do trabalho educacional no âmbito do programa de Educação Precoce da Secretaria de Educação do Distrito Federal (SEEDF) que conta com 18 centros de ensino especial que disponibilizam o trabalho denominado educação precoce, o mesmo abrange crianças com necessidades especiais desde o nascimento até os 3 anos de idade. O programa atende a cerca de 2 mil crianças em todo o DF e visa estimular e acolher essas crianças para que posteriormente sejam incluídos no ensino regular. O que se percebe com o estudo é que a temática ainda é pouco pesquisada em nosso país e precisa se constituir na realidade educacional brasileira enquanto política pública efetiva.


 


[1] Entende-se aqui como primeira infância o período que compreende o nascimento e os primeiros seis anos de vida da criança.

Publicado
2018-05-28
Como Citar
REGINA MARTINS DE OLIVEIRA, Sandra et al. O PROGRAMA DE EDUCAÇÃO PRECOCE COMO UM ESPAÇO PEDAGÓGICO GARANTIDOR DA 1ª INFÂNCIA NO DISTRITO FEDERAL. CIET:EnPED, [S.l.], maio 2018. ISSN 2316-8722. Disponível em: <https://cietenped.ufscar.br/submissao/index.php/2018/article/view/334>. Acesso em: 14 nov. 2019.
Seção
CIET:EnPED:2018 – Educação e Tecnologias: Materiais didáticos e mediação tecnológica