A INSTITUCIONALIZAÇÃO DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA COMO TEMA DE PESQUISA: : UMA ANÁLISE DA PRODUÇÃO APRESENTADA NAS PRIMEIRAS EDIÇÕES DO SIED:ENPED

  • Luciane Penteado Chaquime
  • Daniel Mill UFSCar

Resumo

A institucionalização consiste num processo, gradual e contínuo, no qual os valores e estruturas de uma inovação são incorporados organicamente a uma instituição pré-existente. Tal processo envolve dimensões exógenas, atreladas ao contexto da instituição, e endógenas, ou seja, referentes ao debate interno, troca de valores e negociações entre os sujeitos que compõem a instituição. Em linhas gerais, é possível dizer que o Sistema Universidade Aberta do Brasil atuou como um fator exógeno no processo de institucionalização da EaD em instituições públicas de ensino superior do país, induzindo a criação de novas estruturas e formas de gestão acadêmica e administrativas nessas instituições, num contexto marcado pela adesão a uma agenda neoliberal. Visando contribuir com os estudos e debates acerca da temática “institucionalização da EaD”, este artigo foi elaborado a partir de uma pesquisa bibliográfica de cunho exploratório que utilizou como base de dados os Anais das edições 2012, 2014 e 2016 do SIED:EnPED. Dentre os principais resultados encontrados a partir das análises de 28 trabalhos, aponta-se a escassez de pesquisas sobre o tema.

Publicado
2018-05-15
Como Citar
PENTEADO CHAQUIME, Luciane; MILL, Daniel. A INSTITUCIONALIZAÇÃO DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA COMO TEMA DE PESQUISA. CIET:EnPED, [S.l.], maio 2018. ISSN 2316-8722. Disponível em: <https://cietenped.ufscar.br/submissao/index.php/2018/article/view/366>. Acesso em: 28 mar. 2020.
Seção
CIET:EnPED:2018 – Educação e Tecnologias: Pesquisa e produção de conhecimento