SÉRIES DE TELEVISÃO NAS AULAS DE GEOGRAFIA: : UMA ESTRATÉGIA DIDÁTICA

  • Brunna D´Luise Turato Lotti Alves

Resumo

O presente artigo tem como objetivo investigar o potencial educativo das séries para o ensino de Geografia apresentando as concepções de alunos da educação básica sobre a utilização desses recursos em sala de aula, bem como identificar as séries assistidas por eles, que podem ser explorados pelo professor em sala de aula. A pesquisa inseriu-se no contexto intraescola, a fim de identificar as representações sociais dos alunos e dos professores acerca do uso dessas novas tecnologias. A abordagem metodológica adotada foi de natureza qualitativa e a estratégia empregada foi dois estudos de caso, no qual se aplicou um questionário em duas escolas. A pesquisa foi desenvolvida com 5 turmas, sendo 4 de ensino médio de rede pública e 1 de educação fundamental II de uma escola particular, localizados, respectivamente, nos municípios de Campinas e Jundiaí. Os resultados apontam que as séries podem ser vistas como importantes instrumentos de mediação pedagógica a serem utilizados no ensino-aprendizagem de geografia, podendo, assim, contribuir para o desenvolvimento do raciocínio crítico do aluno. Contudo, deve ser pontuada a posição geográfica de cada escola, o que implicará em metodologias e conteúdos diferentes, visto em uma escola os alunos possuem acesso à internet, e na outra o acesso é reduzido

Publicado
2018-05-28
Como Citar
D´LUISE TURATO LOTTI ALVES, Brunna. SÉRIES DE TELEVISÃO NAS AULAS DE GEOGRAFIA. CIET:EnPED, [S.l.], maio 2018. ISSN 2316-8722. Disponível em: <https://cietenped.ufscar.br/submissao/index.php/2018/article/view/397>. Acesso em: 14 nov. 2019.
Seção
CIET:EnPED:2018 – Educação e Tecnologias: Materiais didáticos e mediação tecnológica