GAMES EDUCACIONAIS NA ESCOLA ENTRE POSSIBILIDADES E DESAFIOS: :

  • Ana Paula Geraldo
  • Karyn Cristine Cavalheiro

Resumo

Os games inauguraram uma nova forma de ver e estar no mundo e atualmente eles fazem parte da cultura dos jovens e crianças (PRENSKY, 2012); (ALVES, 2008); (MATTAR, 2010). Logo, o presente artigo, que faz parte do trabalho de conclusão de curso em Licenciatura em Pedagogia do ano de 2017, tem por problema de pesquisa: identificar as possibilidades de aprendizagem com games educacionais em uma turma do 5º ano de uma escola de ensino integral pública do município de Curitiba. O objetivo geral buscou verificar se a professora regente e a professora do contra turno, da mesma turma, usam os games educacionais com objetivos pedagógicos e articulados as suas aulas. A metodologia é de natureza qualitativa (DEMO, 2013) do tipo estudo de caso (GIL, 2010). O instrumento de pesquisa sucedeu na entrevista gravada semiestrutura (GIL, 2010) com vinte e dois estudantes e com as respectivas professoras. Verificou-se uma dicotomia entre a prática e compreensão das professoras em relação ao uso dos games educacionais e com os estudantes, identificou-se aspectos como: a socialização, uso social da matemática e autonomia enquanto jogam games. Logo, nessa realidade investigada, os games podem ser grandes aliados na aprendizagem dos estudantes e investir na formação docente para o uso crítico e educacional desse recurso é essencial para uma educação mais contextualizada às demandas do século XXI.

Publicado
2018-05-15
Como Citar
PAULA GERALDO, Ana; CRISTINE CAVALHEIRO, Karyn. GAMES EDUCACIONAIS NA ESCOLA ENTRE POSSIBILIDADES E DESAFIOS. CIET:EnPED, [S.l.], maio 2018. ISSN 2316-8722. Disponível em: <https://cietenped.ufscar.br/submissao/index.php/2018/article/view/484>. Acesso em: 22 nov. 2019.
Seção
CIET:EnPED:2018 – Educação e Tecnologias: Aprendizagem e construção do conhecimento