UM RELATO DE EXPERIÊNCIA DO USO DE JOGOS EDUCATIVOS COM UM ALUNO COM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL: :

  • Eryck Dieb Souza

Resumo

A escola é o espaço onde professores e alunos constroem conhecimentos. Numa época que as diferentes linguagens proporcionadas pelas novas tecnologias que estão cada vez mais presentes, faz-se necessário incorporá-las no ambiente escolar e agregá-las aos conhecimentos construídos em sala de aula. O presente estudo busca, não só falar da importância do aparelho celular no contexto da sala de aula, mas do uso deste, como possível ferramenta pedagógica, mormente, na exploração dos jogos educativos, desta forma, é preciso permitir aos alunos para que tenham acesso a tudo, por outras vias e para os alunos com deficiência não é diferente. Em face do exposto, convém investigar, como problemática central do estudo: como o uso do aparelho celular pode contribuir para que as crianças com deficiência intelectual atribuam sentido na aprendizagem através dos jogos educativos? Na busca por essas respostas, trabalhamos metodologicamente com a pesquisa bibliográfica, baseadas nas contribuições de Anachi (2011), Bianchi (2015), Moratori (2003), entre outros autores. Assim, as reflexões ao longo desse trabalho podem colaborar com os professores que vivenciam a experiência de acolher alunos com deficiência intelectual em suas salas de aula e as possibilidades de aprendizagem proporcionadas pelo uso de jogos educacionais através do celular.

Publicado
2018-05-16
Como Citar
DIEB SOUZA, Eryck. UM RELATO DE EXPERIÊNCIA DO USO DE JOGOS EDUCATIVOS COM UM ALUNO COM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL. CIET:EnPED, [S.l.], maio 2018. ISSN 2316-8722. Disponível em: <https://cietenped.ufscar.br/submissao/index.php/2018/article/view/523>. Acesso em: 22 nov. 2019.
Seção
CIET:EnPED:2018 – Educação e Tecnologias: Aprendizagem e construção do conhecimento