ENSINO HÍBRIDO

  • Edson Luis Rezende Junior

Resumo

As discussões da necessidade de mudanças no ensino regular básico e da introdução das novas tecnologias neste contexto para que se alcance as reais necessidades de aprendizagem dos alunos não são novas. Sabe-se que as salas de aulas estão compostas por diferentes sujeitos com características e necessidades distintas. Desta maneira, estabelecer o mesmo ritmo / mesma dinâmica para todos acaba prejudicando ao grupo. Pensando nisso, esse trabalho tem como objetivo identificar diferentes modos de se trabalhar nas aulas de língua portuguesa, do ensino público regular, a partir das concepções de ensino híbrido (blended learning). Para tanto, entende-se que a metodologia híbrida se caracteriza, segundo Bacich e Moran (2015), como um programa de educação formal no qual o aluno aprende, em parte, por meio do ensino online e, em parte, numa localidade física supervisionada fora de sua residência. Por fim, apresenta-se diferentes recursos tecnológicos que podem ser incorporados as aulas de língua portuguesa, bem como, os resultados iniciais de um projeto de ensino híbrido numa escola pública do interior do estado de São Paulo.

Publicado
2018-05-29
Como Citar
LUIS REZENDE JUNIOR, Edson. ENSINO HÍBRIDO. CIET:EnPED, São Carlos, maio 2018. ISSN 2316-8722. Disponível em: <https://cietenped.ufscar.br/submissao/index.php/2018/article/view/529>. Acesso em: 20 maio 2024.
Seção
CIET:EnPED:2018 – Educação e Tecnologias: Docência e mediação pedagógica