O AUDIOVISUAL NA ESCOLA: : o aluno como produtor de conteúdo

  • Lilia Maria Guimaraes

Resumo

O advento das novas tecnologias na sociedade proporcionou um vasto repertório de novos comportamentos ao Ser Humano, até então inimagináveis. No que tange à Educação, esta encontrou o desafio de se reiventar frente às essas mudanças, pois os alunos que ela recebe não são os mesmos de outrora. Eles são mais "espertos", mais ágeis que as gerações passadas, eles não esperam a informação chegar, eles mesmos vão em busca do que querem saber. Além disso, são produtores de conteúdo, produzem vídeos, escrevem em blogs, opinam sobre diversos assuntos nas redes sociais virtuais. Neste sentindo, a escola como um todo encontra nestas mudanças vários desafios, que a leva a repensar sobre seus métodos e metodologias de aprendizagem, tendo os professores que adotar uma postura interacionista e os materiais de aprendizagem devem ser potencialmente significativos para os alunos. Isto posto, esta proposta de pesquisa busca desenvolver um Guia de Oficina de Alfabetização Midiática que auxilie o professor da rede pública de ensino, no desenvolvimento do seu trabalho em sala de aula, no que se refere à utilização das tecnologias digitais, tendo como suporte o audiovisual produzido pelo aluno.


 

Publicado
2018-05-16
Como Citar
MARIA GUIMARAES, Lilia. O AUDIOVISUAL NA ESCOLA. CIET:EnPED, [S.l.], maio 2018. ISSN 2316-8722. Disponível em: <https://cietenped.ufscar.br/submissao/index.php/2018/article/view/559>. Acesso em: 14 nov. 2019.
Seção
CIET:EnPED:2018 – Educação e Tecnologias: Materiais didáticos e mediação tecnológica