FORMAÇÃO SUPERIOR NOS CURSOS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

  • Amanda Pires Chaves

Resumo

Este resumo apresenta parte de uma pesquisa de doutorado em andamento, cujo objetivo é analisar a formação superior nos cursos de Educação a Distância (EaD) e as possíveis implicações da não-presencialidade na constituição da alteridade enquanto fundamento da ética. A metodologia utilizada é de natureza qualitativa e se caracteriza como um estudo de cunho teórico, com a adoção de paradigma bibliográfico/documental e abordagem interpretativa crítica. A pesquisa tem como fundamentação a teoria da ética da alteridade do filósofo Emmanuel Levinas, que rompe o caráter totalizador da relação ontológica do Mesmo e o Outro, e favorece a relação face a face, que revela o Outro como Rosto, alteridade plena, transcendência. Considera-se que após a segunda metade do século XX ocorreu a ascensão e evolução da EaD no contexto mundial, a qual, assim como os demais espaços educacionais de formação, enredou-se com conceitos e práticas, ligadas à utilidade econômica e mercadológica, desfocando o Rosto humano da educação. Como conclusão parcial, concebe-se que a teoria de Levinas pode contribuir com possíveis caminhos para a transformação da realidade que está posta, principalmente, nos processos de formação na EaD - em que é inegável a ocorrência da não-presencialidade; a favor de uma educação ética, de responsabilidade irrecusável, do respeito ao Outro enquanto alteridade infinita e transcendente, respeitado em suas diferenças.

Publicado
2018-05-16
Como Citar
PIRES CHAVES, Amanda. FORMAÇÃO SUPERIOR NOS CURSOS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA. CIET:EnPED, São Carlos, maio 2018. ISSN 2316-8722. Disponível em: <https://cietenped.ufscar.br/submissao/index.php/2018/article/view/568>. Acesso em: 12 jun. 2024.
Seção
CIET:EnPED:2018 – Educação e Tecnologias: Docência e mediação pedagógica