INOVAÇÃO METODOLÓGICA PARA ENSINO-APRENDIZAGEM: : MÉTODO SAI + (SALA DE AULA INVERTIDA AUMENTADA)

  • Marcello Vieira Lasneaux

Resumo

O presente trabalho tem o objetivo de comparar o desempenho de alunos do ensino médio, submetidos ao método de ensino tradicional e o método de ensino híbrido. O ensino híbrido alia aulas presenciais e o uso de plataforma inteligente (digital) para disponibilizar o conteúdo. A hipótese é que os alunos possam apresentar muitos ganhos cognitivos e socioemocionais com o ensino híbrido, ganhos acima do apresentado tradicionalmente com o método de “aulas expositivas-dever de casa-provas”. Pretende-se  provar a eficácia de um método inédito chamado de SAI+ (ou SAI aumentada).  O designativo “aumentada” refere-se à combinação da sala de aula invertida com outros métodos: o “peer instruction”, o uso de plataformas inteligentes (PI) e a folha Cornnell. Resultados preliminares mostraram três características importantes. O grupo submetido ao método SAI+ obteve melhor média, ou seja, melhor desempenho para as bases tecnológicas abordadas; apresentou menor desvio-padrão, isto é, apresentaram desempenho mais homogêneo; e foi mais veloz, um fator decisivo para muitos exames.

Publicado
2018-05-30
Como Citar
VIEIRA LASNEAUX, Marcello. INOVAÇÃO METODOLÓGICA PARA ENSINO-APRENDIZAGEM. CIET:EnPED, [S.l.], maio 2018. ISSN 2316-8722. Disponível em: <https://cietenped.ufscar.br/submissao/index.php/2018/article/view/684>. Acesso em: 22 nov. 2019.
Seção
CIET:EnPED:2018 – Educação e Tecnologias: Aprendizagem e construção do conhecimento