USABILIDADE DA PLATAFORMA MOODLE NO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATU SENSU EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE: :

  • Jalceyr Pessoa Figueiredo Junior
  • Wander Pereira Souza
  • Cesar Claudino Pereira
  • Monica Ribeiro Araújo
  • Luiz Augusto Matos Silva
  • Camilla Mendes Pedroza Pessoa

Resumo

Este trabalho teve como objetivo analisar a usabilidade da Plataforma Moodle no processo educacional do curso de pós-graduação Latu Sensu em Tecnologia da Informação e Comunicação da Universidade Federal do Acre. Foram entrevistados 53 alunos a partir de questionário estruturado, contendo 5 questões e levando-se em consideração as seguintes questões: local de utilização dos equipamentos de informática para realização das atividades acadêmicas, período utilizado no desenvolvimento das atividades, frequência de acesso, facilidade e usabilidade da plataforma de ensino. Os dados da pesquisa foram tabulados em planilha eletrônica, usando o software Microsoft Excel. Para análise dos dados utilizou-se a estatística descritiva com o cálculo de percentuais de respostas para todas as questões, sendo obtidas as frequências relativas e absolutas para cada questão. Por meio do desenvolvimento do presente estudo foi possível observar que os alunos desenvolvem as funções escolares, com maior preferência, em casa, e durante o período noturno. Este acesso a Plataforma de ensino acontece ao menos três vezes por semana. A maioria dos alunos avaliou o ambiente Moodle utilizado no curso como de fácil utilização e de acesso quanto a sua usabilidade.


 

Publicado
2018-05-22
Como Citar
PESSOA FIGUEIREDO JUNIOR, Jalceyr et al. USABILIDADE DA PLATAFORMA MOODLE NO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATU SENSU EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE. CIET:EnPED, [S.l.], maio 2018. ISSN 2316-8722. Disponível em: <https://cietenped.ufscar.br/submissao/index.php/2018/article/view/834>. Acesso em: 14 nov. 2019.
Seção
CIET:EnPED:2018 – Educação e Tecnologias: Materiais didáticos e mediação tecnológica