ENSINO HÍBRIDO E O ESTUDO DA/NA NATUREZA: POTENCIALIDADES PARA O TRABALHO COM TEMÁTICAS AMBIENTAIS NA EDUCAÇÃO BÁSICA

  • Rosimari Aparecida Viveiro Ruy

Resumo




Neste artigo, apresentamos um estudo teórico-reflexivo em que abordamos as potencialidades do ensino híbrido e o estudo da natureza, na natureza, para o trabalho com temáticas ambientais na educação básica. Nosso ponto de partida foi a percepção de que discursos atuais sobre a evolução da educação para uma educação 5.0 parecem não prezar a reconexão humanidade-natureza, tão necessária ao enfrentamento dos problemas ambientais do nosso século. Procuramos, então, tecer um referencial teórico com base em pesquisas sobre os benefícios do contato com a natureza, sobre o estudo sistematizado da natureza em ambientes naturais e sobre a metodologia do ensino híbrido, o que nos permitiu realizar um exercício reflexivo em que projetamos o desenvolvimento de um trabalho contínuo de educação ambiental, com desdobramentos teóricos e práticos, na escola 5.0 que queremos: híbrida, com todas as prerrogativas que as inovações tecnológicas e pedagógicas podem oferecer, mas com foco na reconexão ambiente-sociedade, humanidade-natureza, como condição fundamental para a construção de um futuro socialmente justo e ambientalmente sustentável e equilibrado.




Publicado
2020-08-28
Como Citar
RUY, Rosimari Aparecida Viveiro. ENSINO HÍBRIDO E O ESTUDO DA/NA NATUREZA: POTENCIALIDADES PARA O TRABALHO COM TEMÁTICAS AMBIENTAIS NA EDUCAÇÃO BÁSICA. Anais do CIET:EnPED:2020 - (Congresso Internacional de Educação e Tecnologias | Encontro de Pesquisadores em Educação a Distância), São Carlos, ago. 2020. ISSN 2316-8722. Disponível em: <https://cietenped.ufscar.br/submissao/index.php/2020/article/view/1010>. Acesso em: 21 abr. 2024.
Seção
CIET:EnPED:2020 - Epistemologia e Produção de conhecimento no contexto da Educação e Tecnologias