A CRISE DA ESCOLA: O DIREITO À EDUCAÇÃO E O PAPEL DAS TECNOLOGIAS NO TRABALHO DOCENTE

  • Lucas Antonio Fávero

Resumo

O artigo tratou do direito à educação em um contexto de mundo cada vez mais globalizado onde as pessoas possuem mais acesso a informações auxiliadas pela tecnologia. Os estudos apontaram para a necessidade de incluir no currículo escolar o uso de tecnologia da informação e comunicação (TICs) de forma a auxiliar o professor no ensino dos conteúdos e propiciar aos alunos uma melhora na aprendizagem. Contatou a necessidade de ampliar os investimentos na escola adequando a infra estrutura, tanto com novos equipamentos e internet de qualidade, quanto da necessidade de manutenção desses equipamentos. Verificou que muitos professores ainda não trabalham com TICs nas escolas por fatores ligados a falta de capacitação, o medo do uso de maneira inadequada por eles e pelos alunos e pelo fato de a infra estrutura oferecida ser aquém do necessário. Assim, existe a necessidade como constatou os documentos de organismos internacionais como a UNESCO e o Banco Mundial de incluir nas escolas métodos tecnológicos como forma de auxiliar no aprendizado, servindo inclusive para complementá-lo. 

Publicado
2020-08-28
Como Citar
FÁVERO, Lucas Antonio. A CRISE DA ESCOLA: O DIREITO À EDUCAÇÃO E O PAPEL DAS TECNOLOGIAS NO TRABALHO DOCENTE. Anais do CIET:EnPED:2020 - (Congresso Internacional de Educação e Tecnologias | Encontro de Pesquisadores em Educação a Distância), São Carlos, ago. 2020. ISSN 2316-8722. Disponível em: <https://cietenped.ufscar.br/submissao/index.php/2020/article/view/1074>. Acesso em: 19 maio 2022.
Seção
CIET:EnPED:2020 - Ensino e aprendizagem por meio de/para o uso de TDIC