ALFABETIZAÇÃO MIDIÁTICA E INFORMACIONAL: CINEMA COMO UM RECURSO INSTRUCIONAL PARA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE QUÍMICA

  • Ariel Velten Pereira
  • Bruno Magela de Melo Siqueira
  • Barbara Queiroz Guimarães
  • Paulo Rogério Garcez de Moura
  • Maria de Fátima Fontes Lélis

Resumo

A internet e as mídias digitais trouxeram mudanças essenciais na vida humana, incluindo a escola e sua estrutura curricular. Além de serem consumidores de conteúdo, os alunos também podem ser produtores de informação, possibilitando assim o alcance de um público mais abrangente. Portanto, necessita-se de lidar com a informação cada vez mais disponível, atuar com discernimento e responsabilidade nos contextos das culturas digitais e aplicar conhecimentos para resolver problemas. O presente trabalho trata-se de uma pesquisa educacional qualitativa de caráter descritivo, empregando como abordagem a Alfabetização Midiática e Informacional com ênfase em cinema e produção de conteúdo áudio visual e metodologia ativa de ensino a “Aprendizagem Baseada em Problemas” utilizando como cenário uma turma de estudantes de licenciatura em química. A intervenção pedagógica teve por intuito a organização do conhecimento teórico e prático a respeito do reaproveitamento de resíduos de mineração de ferro por meio de cinco encontros. Os produtos obtidos no final deste processo foram: um vídeo documentário e reagentes a base de ferro para serem utilizados em aulas experimentais de química.

Publicado
2020-08-28
Como Citar
VELTEN PEREIRA, Ariel et al. ALFABETIZAÇÃO MIDIÁTICA E INFORMACIONAL: CINEMA COMO UM RECURSO INSTRUCIONAL PARA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE QUÍMICA. Anais do CIET:EnPED:2020 - (Congresso Internacional de Educação e Tecnologias | Encontro de Pesquisadores em Educação a Distância), São Carlos, ago. 2020. ISSN 2316-8722. Disponível em: <https://cietenped.ufscar.br/submissao/index.php/2020/article/view/1146>. Acesso em: 24 jul. 2024.
Seção
CIET:EnPED:2020 - Conteúdos educacionais – da produção à exibição