SIMULAÇÃO DE NEGÓCIOS COMO ESTRATÉGIA DE ENSINO-APRENDIZAGEM ATIVA PARA FORMAÇÃO DO ADMINISTRADOR DO SÉCULO XXI

  • Giorgia Redwitz Arabe
  • Marta Fabiano Sambiase

Resumo




O objetivo desta pesquisa é identificar, sob a percepção dos estudantes formandos em Administração de Empresas, pareceres sobre o uso de um simulador de negócios para o processo de ensino-aprendizagem. Dado o contexto tecnológico e complexo que os jovens estudantes têm contato, neste século XXI, estratégias de ensino-aprendizagem ativas, como learning by doing, tornam-se aliadas importantes para melhor formar os futuros gestores empresariais. Esta técnica tem como estratégia oferecer aos estudantes a oportunidade de desenvolverem suas habilidades por meio de um simulador de negócios que permite aos usuários atuarem em um cenário real, com acompanhamento de performance e possibilidade de aprimoramento. Para isso, foi realizado estudo em uma disciplina dedicada à simulação Marketplace, com método qualitativo e uso das técnicas da observação e aplicação de questionário. São nítidas as vantagens percebidas pelos estudantes com o uso do simulador, sem deixar de demonstrarem limites pessoais, do professor intermediador e da própria ferramenta.




Publicado
2020-08-28
Como Citar
ARABE, Giorgia Redwitz; SAMBIASE, Marta Fabiano. SIMULAÇÃO DE NEGÓCIOS COMO ESTRATÉGIA DE ENSINO-APRENDIZAGEM ATIVA PARA FORMAÇÃO DO ADMINISTRADOR DO SÉCULO XXI. Anais do CIET:EnPED:2020 - (Congresso Internacional de Educação e Tecnologias | Encontro de Pesquisadores em Educação a Distância), São Carlos, ago. 2020. ISSN 2316-8722. Disponível em: <https://cietenped.ufscar.br/submissao/index.php/2020/article/view/1201>. Acesso em: 29 maio 2024.
Seção
CIET:EnPED:2020 - Políticas e gestão por meio de/para o uso de TDIC