A PÓS-GRADUÇÃO STRICTO SENSU E O ENSINO REMOTO NO CENÁRIO DA COVID-19

  • Gabriel Rodrigues de Andrade
  • Mirian Ueda Yamaguchi
  • Márcio Renan Fabene
  • Jane Biscaia Hartmann
  • Rute Milani Grossi

Resumo

A necessidade de adaptação e inovação dos docentes faz-se necessária perante o cenário de distanciamento social, desenvolver habilidades com ferramentas pedagógicas e tecnológicas são condições fundamentais para a administração do ensino remoto.  O objetivo deste estudo foi identificar o nível de motivação dos docentes de um curso de pós-graduação de uma universidade privada que possui o selo de Universidade Promotora da Saúde (UPS). Trata-se de uma pesquisa transversal, exploratória quantitativa e descritiva que foi realizada durante os primeiros 45 dias do processo de distanciamento social devido à pandemia do COVID-19 no Brasil. Os resultados apontaram que o perfil dos docentes interferiu na habilidade do uso das ferramentas pedagógicas online e motivação docente. Conclui-se que os docentes mais jovens (<40 anos) e os mais velhos (>55 anos) autorelataram melhor performance com as ferramentas digitais e maior motivação para o ensino remoto, quando comparados com docentes na faixa etária intermediária (entre 40 e 55 anos). 

Publicado
2020-08-28
Como Citar
ANDRADE, Gabriel Rodrigues de et al. A PÓS-GRADUÇÃO STRICTO SENSU E O ENSINO REMOTO NO CENÁRIO DA COVID-19. Anais do CIET:EnPED:2020 - (Congresso Internacional de Educação e Tecnologias | Encontro de Pesquisadores em Educação a Distância), São Carlos, ago. 2020. ISSN 2316-8722. Disponível em: <https://cietenped.ufscar.br/submissao/index.php/2020/article/view/1211>. Acesso em: 19 maio 2022.
Seção
CIET:EnPED:2020 - Ensino e aprendizagem por meio de/para o uso de TDIC