ENSINO/APRENDIZAGEM DE INGLÊS NO INSTAGRAM

  • Vanessa de Assis ARAUJO

Resumo

Esse trabalho relata os resultados de um estudo com base na experiência de uma professora de língua inglesa sobre ensino/aprendizagem de inglês no Instagram. Um dos objetivos foi o de conhecer o processo vivencial da professora para criação da conta e publicação de conteúdos no Instagram, bem como o perfil dos inscritos na conta e seus possíveis interesses no que tange à aprendizagem de inglês. A metodologia dessa pesquisa contou com três etapas: (a) coleta de dados, (b) definição de categorias e (c) análise dos dados. A investigação evidenciou quatro categorias: (1) faixa etária, (2) gênero, (3) localização e (4) interesse do público. A quarta categoria desdobrou-se em mais três subcategorias relacionadas às condutas dos usuários com relação aos conteúdos. Os resultados revelaram características dos aprendizes e parte de seus prováveis interesses como, por exemplo, apreciação por determinados conteúdos em detrimento de outros. O estudo abordou questões sobre os usuários e o processo vivenciado pela professora. Segundo a docente, foi possível compreender a importância das TDICs, da aprendizagem móvel e da rede social Instagram para ressignificar a sala de aula física e ofertar alternativas significativas ao processo de ensino/aprendizagem da língua inglesa (UNESCO, 2014; MORÁN, 2015; SILVA, 2017; BNCC, 2018).

Publicado
2020-08-28
Como Citar
ARAUJO, Vanessa de Assis. ENSINO/APRENDIZAGEM DE INGLÊS NO INSTAGRAM. Anais do CIET:EnPED:2020 - (Congresso Internacional de Educação e Tecnologias | Encontro de Pesquisadores em Educação a Distância), São Carlos, ago. 2020. ISSN 2316-8722. Disponível em: <https://cietenped.ufscar.br/submissao/index.php/2020/article/view/1215>. Acesso em: 26 maio 2022.
Seção
CIET:EnPED:2020 - Ensino e aprendizagem por meio de/para o uso de TDIC