AS POLÍTICAS PÚBLICAS DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA BRASILEIRA E A UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL (UAB)

  • Queila Pahim da Silva
  • MARIA CRISTINA MESQUITA DA SILVA

Resumo

O presente artigo tem por objetivo analisar os principais normativos legais brasileiros que versam sobre a formação de professores da educação básica no país, com destaque para a instituição da Universidade Aberta do Brasil, no intuito de refletir sobre a importância da capacitação dos professores e a descontinuidade das políticas educacionais, conforme apontado por diversos estudiosos da área. Trata-se de uma pesquisa documental e bibliográfica, que utilizou como fonte de pesquisa a base de dados Scientific Eletronic Library Online (SciELO), normativos legais brasileiros que tratam dessa capacitação, informações institucionais provenientes da Capes e do sistema de gestão da UAB, o SisUAB. Os resultados indicam uma evolução normativa rumo à flexibilização das políticas públicas e a coexistência de diversos programas voltados à formação docente. Esses programas são, contudo, ainda desconexos entre si, e por vezes, insuficientes frente à demanda de formação existente.  

Publicado
2020-08-28
Como Citar
SILVA, Queila Pahim da; SILVA, MARIA CRISTINA MESQUITA DA. AS POLÍTICAS PÚBLICAS DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA BRASILEIRA E A UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL (UAB). Anais do CIET:EnPED:2020 - (Congresso Internacional de Educação e Tecnologias | Encontro de Pesquisadores em Educação a Distância), São Carlos, ago. 2020. ISSN 2316-8722. Disponível em: <https://cietenped.ufscar.br/submissao/index.php/2020/article/view/1287>. Acesso em: 26 maio 2022.
Seção
CIET:EnPED:2020 - Ensino e aprendizagem por meio de/para o uso de TDIC