PERCEPÇÃO DAS AULAS REMOTAS POR ALUNOS NO ENSINO TÉCNICO

  • Katia Alves Campos
  • Caroline Ferreira Cunha Santos
  • Nathália Lopes Caldeira Brant

Resumo

O ineditismo da necessidade do isolamento social ocasionado pela pandemia mundial do Coronavírus, no Brasil, ocasionou a todos os envolvidos com a Educação uma urgência em ampliar o ensino híbrido. Em muitas instituições, os docentes foram levados a iniciar, mesmo sem preparo formal, as aulas remotas. Este texto traduz a experiência em três turmas de ensino técnico integrado ao ensino médio, com a tentativa de implementação de aulas remotas da disciplina de matemática. Concluiu-se que a maioria dos discentes concorda com a necessidade das atividades remotas, embora prefira as aulas presenciais; cita como preocupações a aprendizagem, o acúmulo de atividades e os colegas que não têm acesso ao processo. Esse foi um estudo inicial, realizado de forma exploratória, para melhorar a disciplina de matemática e pretende-se expandir a proposta para toda a instituição.

Publicado
2020-08-28
Como Citar
CAMPOS, Katia Alves; SANTOS, Caroline Ferreira Cunha; BRANT, Nathália Lopes Caldeira. PERCEPÇÃO DAS AULAS REMOTAS POR ALUNOS NO ENSINO TÉCNICO. Anais do CIET:EnPED:2020 - (Congresso Internacional de Educação e Tecnologias | Encontro de Pesquisadores em Educação a Distância), São Carlos, ago. 2020. ISSN 2316-8722. Disponível em: <https://cietenped.ufscar.br/submissao/index.php/2020/article/view/1585>. Acesso em: 26 maio 2022.
Seção
CIET:EnPED:2020 - Ensino e aprendizagem por meio de/para o uso de TDIC