EDUCAÇÃO BÁSICA EM TEMPOS DE PANDEMIA: ENSINO NÃO PRESENCIAL É EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA ?

  • CARLA BUSATO ZANDAVALLI
  • Lilian Andressa Oliveira Olegário

Resumo

Neste trabalho, de caráter documental, buscou-se analisar as condições de infraestrutura e orientações oferecidas aos professores e estudantes das rede municipal de ensino de Campo Grande, Mato Grosso do Sul, no momento da Pandemia do COVID 19, discutindose se tais condições de oferta podem ser consideradas EaD (EaD) e se são adequadas para o ensino e a aprendizagem na educação básica. Para tanto, foram identificados e analisados os atos normativos e orientações escritas em nível nacional e no âmbito do Governo do Estado de MS e do Município de Campo Grande. Os resultados apontam que o sistema municipal garantiu a realização das atividades educacionais com envio de material impresso e orientações para uso de tecnologias, mas a ausência de condições de acesso, para estudantes e professores, aos equipamentos digitais e à internet, gera diferenciação nas condições de oferta e dificulta a realização do processo de ensino e de aprendizagem, já que o material impresso sozinho não garante a aprendizagem, especialmente no início da escolarização. Palavras-chave: Ensino Não presencial. EaD. Covid-19. Condições de Ensino e Aprendizagem.

Publicado
2020-08-28
Como Citar
ZANDAVALLI, CARLA BUSATO; OLEGÁRIO, Lilian Andressa Oliveira. EDUCAÇÃO BÁSICA EM TEMPOS DE PANDEMIA: ENSINO NÃO PRESENCIAL É EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA ?. Anais do CIET:EnPED:2020 - (Congresso Internacional de Educação e Tecnologias | Encontro de Pesquisadores em Educação a Distância), São Carlos, ago. 2020. ISSN 2316-8722. Disponível em: <https://cietenped.ufscar.br/submissao/index.php/2020/article/view/1600>. Acesso em: 26 maio 2022.
Seção
CIET:EnPED:2020 - Ensino e aprendizagem por meio de/para o uso de TDIC