A INFLUÊNCIA DA AUTOAVALIAÇÃO DISCENTE NA VANTAGEM COMPETITIVA SUSTENTÁVEL DE INSTITUIÇÕES QUE OFERTAM A EAD

  • Olívia Carolina de Resende Ribeiro
  • Nathália Helena Azevedo Pereira

Resumo




A compreensão das fontes de vantagem competitiva sustentável para as organizações tornou- se uma importante área de pesquisa no âmbito da gestão estratégica. Os recursos disponibilizados aos discentes da educação a distância (EaD), modalidade de ensino que mais cresce no Brasil, são alvo desta investigação. O presente estudo focou na análise da relação entre os aspectos competitivos dos recursos que uma instituição oferta a seus discentes e a autoavaliação que os discentes fazem de si mesmos. Foi realizada uma survey com 4.671 inserções válidas de discentes de uma megauniversidade particular brasileira, situada na cidade de Curitiba (PR). A pesquisa envolveu constructos construídos pela instituição e que tinham relação com a teoria da visão baseada em recursos. Constatou-se que a autoavaliação dos discentes sobre sua participação no processo de conhecimento pode influenciar a avaliação da qualidade do curso. Do ponto de vista estratégico, sugere-se que as instituições se mantenham focadas em engajarem os discentes, via recursos e competências, a fim de evitar a evasão. A estratégia é uma forma de manter a vantagem competitiva sustentável, garantindo um bom desempenho no mercado.




Publicado
2020-08-28
Como Citar
RIBEIRO, Olívia Carolina de Resende; PEREIRA, Nathália Helena Azevedo. A INFLUÊNCIA DA AUTOAVALIAÇÃO DISCENTE NA VANTAGEM COMPETITIVA SUSTENTÁVEL DE INSTITUIÇÕES QUE OFERTAM A EAD. Anais do CIET:EnPED:2020 - (Congresso Internacional de Educação e Tecnologias | Encontro de Pesquisadores em Educação a Distância), São Carlos, ago. 2020. ISSN 2316-8722. Disponível em: <https://cietenped.ufscar.br/submissao/index.php/2020/article/view/1710>. Acesso em: 29 maio 2024.
Seção
CIET:EnPED:2020 - Políticas e gestão por meio de/para o uso de TDIC