JOGOS VIRTUAIS DE SMARTPHONE COMO FACILITADORES NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM

  • Thaynara Carvalho de Faria Marques
  • Thayane Carvalho de Faria Mota
  • Tiago Carvalho Martins

Resumo

A tecnologia tem evoluído exponencialmente, mas as metodologias educacionais e prática didática não têm acompanhado esta evolução. Entre os motivos podem estar a dificuldade dos professores em utilizar novas tecnologias ou mesmo escassez de recursos digitais educativos. Dos principais prejuízos desencadeados pela obsolescência de práticas educativas estão a baixa motivação e falta engajamento dos estudantes. A inclusão das tecnologias e mídias digitais cotidianas no ambiente escolar, amplamente utilizadas por estudantes e professores, se revela como uma alternativa. O presente trabalho, através de um levantamento bibliográfico, busca colaborar com as discussões acerca dos usos das tecnologias em sala de aula, para isso, resgata no behaviorismo ensinamentos sobre os usos dos artefatos tecnológicos na aprendizagem, a fim de contribuir no estabelecimento das bases conceituais e fundamentar reflexões sobre a utilização de jogos virtuais em smartphones para se alcançar uma participação ativa e engajada dos alunos nativos digitais.

Publicado
2020-08-28
Como Citar
MARQUES, Thaynara Carvalho de Faria; MOTA, Thayane Carvalho de Faria; MARTINS, Tiago Carvalho. JOGOS VIRTUAIS DE SMARTPHONE COMO FACILITADORES NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM. Anais do CIET:EnPED:2020 - (Congresso Internacional de Educação e Tecnologias | Encontro de Pesquisadores em Educação a Distância), São Carlos, ago. 2020. ISSN 2316-8722. Disponível em: <https://cietenped.ufscar.br/submissao/index.php/2020/article/view/1716>. Acesso em: 29 maio 2024.
Seção
CIET:EnPED:2020 - Ensino e aprendizagem por meio de/para o uso de TDIC