LETRAMENTOS DIGITAIS E A EMERGÊNCIA DAS AULAS REMOTAS: DESAFIOS DE UMA AÇÃO DE “INSTRUMENTALIZAÇÃO” DURANTE A PANDEMIA

  • Eliseu Alves da Silva

Resumo

Neste trabalho apresentamos a análise do processo de implementação de uma proposta de letramento digital, no formato de curso de extensão, ofertado para professores do ensino básico e superior da região de abrangência da UFSB, como estratégia de enfrentamento do COVID-19. Os letramentos digitais como práticas sociais e a inclusão digital enquanto possibilidades de acesso e constituição de capitais culturais (BUZATO, 2006; COSTA, 2011; DUDENEY; HOCLY; PEGRUM, 2016) de promoção de atitudes proativas de uso da tecnologia na/para a vida são conceitos chave desta proposta, que desenvolveu-se dentro de uma metodologia de aprendizagem tutorial da usabilidade dos recursos digitais e de colaboração e reflexão crítica sobre uso das tecnologias digitais. Os resultados dessa ação apontaram contribuições não apenas para a aquisição de habilidades técnicas de usabilidade como delinearam atitudes mais autônomas e criticamente orientadas sobre usos, rotinas e implicações das tecnologias digitais como construções sociais e discursivas, como a Linguagem, capazes de deslocar ou manter estruturas de poder, corroborando movimentos de/para a inclusão ou exclusão social e digital.

Publicado
2020-08-28
Como Citar
SILVA, Eliseu Alves da. LETRAMENTOS DIGITAIS E A EMERGÊNCIA DAS AULAS REMOTAS: DESAFIOS DE UMA AÇÃO DE “INSTRUMENTALIZAÇÃO” DURANTE A PANDEMIA. Anais do CIET:EnPED:2020 - (Congresso Internacional de Educação e Tecnologias | Encontro de Pesquisadores em Educação a Distância), São Carlos, ago. 2020. ISSN 2316-8722. Disponível em: <https://cietenped.ufscar.br/submissao/index.php/2020/article/view/1727>. Acesso em: 26 maio 2022.
Seção
CIET:EnPED:2020 - Ensino e aprendizagem por meio de/para o uso de TDIC