GAMIFICAÇÃO NA APRENDIZAGEM DE ADOLESCENTES: UMA PERSPECTIVA NEUROBIOLÓGICA

  • Bianca Joaquim Albuquerque de Melo

Resumo

O presente artigo discute o uso da gamificação como um caminho possível para o trabalho pedagógico com adolescentes, relacionando os principais elementos empregados na gamificação com os fundamentos neurobiológicos do desenvolvimento dessa faixa etária e seus impactos na aprendizagem. Entende-se por gamificação a incorporação de elementos característicos de jogos com finalidades que superam o entretenimento. Os principais elementos de gamificação aqui apresentados são a interatividade, recompensa e socialização. Além de tratar sobre tais elementos, este artigo discorre sobre as modificações que ocorrem nesta etapa do desenvolvimento neurobiológico dos adolescentes, destacando as possibilidades de incorporar a gamificação com esta faixa etária. Espera-se que este trabalho auxilie professores e outros profissionais da área de educação a buscar mais recursos gamificados e, consequentemente, aplicá-los em suas práticas pedagógicas, tornando-as mais motivadoras, significativas e estimulantes para os adolescentes, dentro dos objetivos previamente planejados e estabelecidos.

Publicado
2020-08-28
Como Citar
MELO, Bianca Joaquim Albuquerque de. GAMIFICAÇÃO NA APRENDIZAGEM DE ADOLESCENTES: UMA PERSPECTIVA NEUROBIOLÓGICA. Anais do CIET:EnPED:2020 - (Congresso Internacional de Educação e Tecnologias | Encontro de Pesquisadores em Educação a Distância), São Carlos, ago. 2020. ISSN 2316-8722. Disponível em: <https://cietenped.ufscar.br/submissao/index.php/2020/article/view/1765>. Acesso em: 26 maio 2022.
Seção
CIET:EnPED:2020 - Ensino e aprendizagem por meio de/para o uso de TDIC