MÚSICA E DEFICIÊNCIA VISUAL: UMA PROPOSTA DE ENSINO E APRENDIZAGEM DO VIOLÃO ON-LINE PARA CEGOS

  • Luiz Fernando Navarro Costa

Resumo

A educação a distância (EAD) vem se reinventando nos últimos anos e tornando-se uma modalidade em ascensão na área da educação. Para a sua democratização é necessário que a internet e os hardwares, softwares e plataformas que possibilitam essa modalidade de ensino, sejam acessíveis a todos. É importante também que os professores e tutores dos cursos a distância, diante da diversidade de alunos, busquem capacitação profissional. Por atuar de forma remota, a EAD vem se tornando uma cômoda solução parcial para a formação daqueles que moram distantes dos centros educacionais e também para os indivíduos com limitação de locomoção, como cadeirantes e pessoas com deficiência visual. É fundamental, porém, que as plataformas e softwares se tornem mais acessíveis às pessoas com deficiência visual, considerando que o apelo visual é uma forte característica desta modalidade de ensino. Em atenção a esse público, idealizei uma pesquisa-ação para implementar um curso de violão on-line para cegos no programa de extensão da UFPB, buscando compreender e avaliar seus processos, desafios e possibilidades. A inclusão de alunos cegos na EAD, apesar da baixa prevalência, acontece em outras áreas. Acompanhar esta tendência na música é um desafio aos pensadores da Educação Musical contemporânea.

Publicado
2020-08-28
Como Citar
COSTA, Luiz Fernando Navarro. MÚSICA E DEFICIÊNCIA VISUAL: UMA PROPOSTA DE ENSINO E APRENDIZAGEM DO VIOLÃO ON-LINE PARA CEGOS. Anais do CIET:EnPED:2020 - (Congresso Internacional de Educação e Tecnologias | Encontro de Pesquisadores em Educação a Distância), São Carlos, ago. 2020. ISSN 2316-8722. Disponível em: <https://cietenped.ufscar.br/submissao/index.php/2020/article/view/1781>. Acesso em: 19 maio 2022.
Seção
CIET:EnPED:2020 - Ensino e aprendizagem por meio de/para o uso de TDIC